Tudo que precisas saber sobre a adoção de um cão

Estas pensando em adotar um amigo peludo? Neste blog, lerás 5 dicas sobre como adotar um cão.

1. Perguntas sobre a adoção
2. Escolha um animal que se adapte a ti e ao teu estilo de vida
3. Onde o podes encontrar
4. Adotar a partir de um canil
5. Faças como a adoção seja um sucesso

Talvez já foste ao canil ou espreitando na internet. Adotar um cachorro é uma causa nobre, mas também requer alguma preparação. Aqui poderas ler as nossas dicas para se preparar para um Pico Dog.

1. Perguntas sobre a adoção
Existem diferentes perguntas que precisas te perguntar antes de levar um cachorro para casa. Tens tempo suficiente para dar ao cão a atenção que ele merece? Mesmo se tiveres um grande jardim, um cachorro precisa ser levado para a rua para explorar novos lugares, conhecer outros cães e pessoas. Serás capaz de fazer isso?

O cão se adapta ao teu estilo de vida e à tua casa? Consideraste o lado financeiro desta adoção, como alimentação e despesas veterinárias? Se respondeste ‘sim’ a todas essas perguntas, agora ainda precisas considerar que tipo de cão se encaixa em ti e onde o procurarás.

2. Escolhe um animal que se adapta a ti e ao teu estilo de vida
Preferes uma determinada raça, uma raça cruzada, um cachorro ou preferes um cão um pouco mais velho? Um cão pode ser amigo e membro da família para 15 anos, portanto, é aconselhável fazer a ti mesmo essas perguntas. A aparência e a raça pouco dizem sobre o comportamento do cão e como ele responderá a outras pessoas ou a diferentes tipos de situações. Se estas pensando em adotar um cachorro a partir do canil, é importante obter informações das pessoas que lá trabalham. Por já saberem muito sobre as necessidades e comportamentos desses cães, poderão te aconselhar e ajudar.

3. Onde o podes encontrar

– Canil / centro de resgate
– Através de um amigo ou pessoa que conheces
– Internet
– Um criador oficial e respeitável

Riscos da adoção de cães pela internet:

Tenhas muito cuidado ao adotar um cachorro pela internet. Consideres apenas criadores ou organizações oficiais e respeitáveis, que permitirão (ou mesmo exigirão) uma visita antes da adoção. Na maioria dos outros casos, podes acabar lidando com criadores não oficiais que têm muitas ninhadas. Essas pessoas estão mais interessadas em ganhar dinheiro ou simplesmente ignoram os princípios básicos do bem-estar dos cães. Muitas vezes vemos que os cachorros não são vacinados nem tratados contra vermes e ficam muito doentes. Os pais também não são testados para ter certeza de que não são portadores de doenças genéticas. É por isso que desaconselhamos o uso desse tipo de adoção que, na maioria dos casos, esconde um verdadeiro abuso de animais, como a assim chamada “puppy mills” (fábrica de cachorros).

Se adotares um cão da maioria dos canis, os animais já terão um boletim de saúde atualizado com as vacinas e tratamento contra vermes. Eles passam por exames regulares de um veterinário oficial e só estarão disponíveis para adoção se estiverem em boas condições ou seras informado de qualquer condição existente.

4. Adotar a partir de um canil

Um cão de um canil é frequentemente mal interpretado pelo mundo exterior como um cão problemático. Isto simplesmente não é verdade. Muitos cães no abrigo estão procurando um novo lar por diversos motivos, por exemplo:

– O proprietário anterior ou um membro da família era ou tornou-se alérgico a cães
– Doença ou velhice do proprietário anterior
– Divórcio
– Mudança para uma nova casa ou apartamento que não era adequado para o cão
– Falta de tempo

Os cães do canil são sempre examinados clinicamente pelo veterinário, são castrados, recebem sua vacinação e tratamento para vermes, têm um boletim de saúde e são chipados. A maioria desses cães é amigável e bem socializada. Caso o cão tenha ansiedade ou qualquer outro problema, seras prontamente informado.

5. Faças como a adoção seja um sucesso

Encontraste a combinação perfeita para ti, tua família e teu estilo de vida. Agora precisas criar o ambiente certo para que a adoção seja um sucesso. Isso significa ter muita paciência no início, construir confiança, ser consistente e criar uma boa rotina para ti e teu cão.

Certifique-te de ter os seguintes itens em casa:

– Tigela de comida e bebida
– Trela e coleira ou arnês para cães
– Cama
– Brinquedos

Se tiveres alguma dúvida sobre este assunto, os membros do Pico Dogs ficarão felizes em ajudar-te!

 

Leave a Reply